Buscar
  • Fernanda Oliveira

Quando procurar um fisioterapeuta

Atualizado: Mai 12



Nesse texto:

  • O que sabemos da profissão de fisioterapeuta

  • História da Fisioterapia

  • O que é fisioterapia

  • Áreas de atuação do Fisioterapeuta

  • Conclusão

Atualmente com a pandemia do covid-19 muito se escuta sobre a atuação do Fisioterapeuta na UTI. Isso porque nesse momento as pessoas estão conhecendo o importante papel do fisioterapeuta nos problemas respiratórios.

O Fisioterapeuta na UTI é responsável por controlar o respirador, também chamado de ventilação mecânica, ou seja, controla a respiração do paciente através do aparelho.

Uma atuação muito conhecida dos fisioterapeutas é nos casos de atletas que sofreram lesões graves e se recuperam retornando à atividade profissional após tratamento com fisioterapeuta.

Isto é atuação da Fisioterapia esportiva.

Você pode também conhecer alguém que teve um AVC, “derrame” ficou parcialmente paralisado e precisou de fisioterapia. Nesse caso é a Fisioterapia Neurológica.

Talvez você mesmo já tenha sido orientado por um médico a procurar um Fisioterapeuta, e já tenha feito algumas sessões.

Mas saiba que fisioterapia abrange muito mais do que isso.

Me arrisco a dizer que a maioria das pessoas precisa ou já precisou de um fisioterapeuta e muitas nem sabem.

Um pouco da história

No Brasil a utilização dos recursos físicos na assistência à saúde teve início por volta de 1879 na época da industrialização para atender ao grande número de acidentados do trabalho com objetivos de assistência curativa e reabilitadora.

Na década de 1950 a incidência de poliomielite atingia índices alarmantes e como consequência era grande o número de indivíduos portadores de sequelas motoras e que necessitavam de uma reabilitação.

A fisioterapia no Brasil foi regulamentada como profissão através do decreto-lei nº 938 de 13 de outubro de 1969.

Como podemos ver é uma profissão que foi regulamentada no Brasil há apenas 50 anos.

Definição de fisioterapia

A fisioterapia é definida como uma profissão da área da saúde.

Estuda, previne e trata disfunções do movimento humano gerados por alterações genéticas, traumas, doenças adquiridas.

Com objetivos de preservar, manter, desenvolver ou restaurar a integridade de órgãos, sistema ou função.

A fisioterapia não se restringe somente às áreas respiratória, ortopédica e neurológica.

Áreas de atuação

Fisioterapia Traumato-ortopédica

Área da Fisioterapia que estuda, diagnóstica e trata as disfunções musculoesqueléticas, de origem ortopédica ou decorrente de traumatismos, além de doenças de origem reumatológica.

Por exemplo em casos de fraturas, entorses, hérnias de disco, dores no pescoço e coluna, dentre outras.

Utiliza os recursos terapêuticos para aumentar a capacidade de movimentação, estimular a circulação e diminuir as dores de pacientes com fraturas, traumas musculares e entorses.

O paciente pode procurar um Fisioterapeuta em casos de dores, incômodos e como prevenção de lesões também.

Fisioterapia Esportiva

Atua diretamente nas atividades esportivas, na preparação, prevenção e recuperação de lesões no processo de reabilitação de atletas em clubes, times, academias etc.

Lesões do esporte, como lesões ao praticar futebol, natação, corrida, basquete, vôlei, tênis, dentre outros.

Nesse caso são atletas que se preparam para competições, treinam no seu esporte.

Fisioterapia Pediátrica

Utiliza uma abordagem com base em técnicas neurológicas, motoras, cardiorrespiratórias especializadas.

Busca integrar os objetivos fisioterápicos com atividades lúdicas e sociais, levando a criança a uma maior integração com sua família e a sociedade.

Bebês com atraso no desenvolvimento, ou seja, que não fazem o que é esperado para a idade, podem com ajuda do fisioterapeuta, alcançar o desenvolvimento motor e cognitivo da sua faixa etária.

Fisioterapia Geriátrica e Gerontologia

Área da fisioterapia que estuda os movimentos e a funcionalidade em pessoas idosas.

É a prática de assistência ao idosos.

A Fisioterapia, pode auxiliar o tratamento e a prevenção de doenças.

Atuando junto ao idoso, proporciona uma melhor qualidade de vida, promovendo uma melhor postura, uma marcha equilibrada.

Com mais autonomia há uma melhora da autoestima, evitando a depressão e o sentimento de incapacidade.

Fisioterapia Dermato-funcional

Área da fisioterapia que atua na prevenção, promoção e recuperação da pele, cujo comprometimento pode estar relacionado a alguns distúrbios metabólicos, linfáticos, endócrinos, dermatológicos, neurológicos e do sistema osteomioarticular.

As principais disfunções são: obesidade, a flacidez de pele, a gordura localizada, as estrias, o fibroedema gelóide e as cicatrizes, entre outras.

Fisioterapia Neuro funcional

Área da fisioterapia que visa ao estudo, diagnóstico e tratamento de distúrbios neurológicos que envolvam ou não disfunções motoras.

Induz ações terapêuticas para recuperação de funções, entre elas a coordenação motora, a força, o equilíbrio e a coordenação.

Nessa área o Fisioterapeuta atua em casos de AVC e Parkinson por exemplo.

Fisioterapia Respiratória

A Fisioterapia Respiratória atua nas doenças que envolvem o sistema cardiorrespiratório.

Tem como objetivo a otimização do transporte do oxigênio.

Utiliza manobras de limpeza brônquica através de uma associação de exercícios respiratórios com técnicas manuais ou de aspiração e acompanha os pacientes submetidos à ventilação mecânica.

A fisioterapia Respiratória é essencial nas Unidades de Terapia Intensiva e nas enfermarias.

Fisioterapia Uroginecológica e obstétrica

Tem como principal objetivo a prevenção e o tratamento de disfunções urinárias, fecais e sexuais, por meio de recursos diversos, entre eles a reeducação do assoalho pélvico e musculatura acessória, os quais serão submetidos a exercícios de fortalecimento.

Atua tanto em mulheres quanto em homens. No caso das mulheres é conhecida também como “Saúde da Mulher”.

Aquela perda urinária que acontece principalmente com mulheres pode ser tratada com fisioterapia.

Atua também na uma melhor adaptação da mulher às mudanças do seu corpo no período de gestação, preparando todas as suas estruturas para o parto.

O Fisioterapeuta nessa área atua na gravidez, pós-parto, orientação de amamentação, pós-operatório de câncer de mama, pós-operatório em câncer de próstata.

Conclusão


Como você pode ver, o fisioterapeuta pode atuar em diversas áreas em diversas fases da vida ou em patologias diversas.

O fisioterapeuta é um profissional de primeiro contato.

Isto significa que você pode se consultar com um fisioterapeuta quando houver necessidade, sem precisar do encaminhamento de nenhum outro profissional.

Fisioterapeutas diagnosticam, previnem e tratam enfermidades e disfunções geradas por problemas de saúde.

Muitas vezes, os sintomas de uma doença crônica ou lesão passam despercebidos pela população.

Problemas posturais, sentir dor ao praticar exercícios físicos, desconfortos ao caminhar ou na execução de tarefas simples do dia-a-dia e do trabalho já são um bom motivo para procurar um bom profissional fisioterapeuta.

A prevenção e a correção postural podem evitar problemas mais sérios.


Fernanda Oliveira - fisioterapeuta em Belo Horizonte

Conheça mais sobre o meu trabalho


Ir para o Site


ME SIGA NO INSTAGRAM



#fisioterapiaerpg

#rpg

#fisioterapiaortopédica



68 visualizações