Buscar
  • Fernanda Oliveira

Atividade física na terceira idade

Atualizado: 4 de Jun de 2019



atividade fisica na terceira idade

O processo de envelhecimento começa na terceira década.

O declínio que ocorre entre as idades de 25 e 55 anos é modesto, correspondendo de 15 a 20% do declínio total, mas após a idade de 55 anos, o ritmo da perda se acelera.

As preocupações com exercícios são diferentes de acordo com a idade de cada pessoa.

O planejamento de exercícios para pessoas com 55 anos sem condicionamento físico deve ser diferente daquele para quem tem 85 anos e apresenta também déficits de equilíbrio, de força, sensoriais, visuais e de amplitude de movimentos, além de doenças como diabetes e doença cardíaca.

Há algumas doenças e mudanças musculares e articulares que fazem parte desse processo de envelhecimento, como por exemplo a osteoporose, osteoartrite e a perda de massa muscular.

Os músculos atrofiam e enfraquecem com o avanço da idade. O declínio de força varia, mas em geral, a força muscular é mantida adequadamente ao longo dos 40 e 50 anos.

Depois dos 60 anos a força muscular diminui gradualmente.

A atrofia muscular resulta em diminuição da amplitude de movimento e assim diminui a flexibilidade.

As alterações nas estruturas do colágeno do corpo e a inatividade são as principais razões para diminuição da flexibilidade de articulações, ligamentos e tecidos. Com o avanço da idade diminui a formação de estruturas de colágeno.

O papel da atividade física no envelhecimento:

Os benefícios de um programa regular de exercícios se aplicam a vários sistemas corporais e todas as faixas etárias, da infância à velhice. O corpo que pratica atividade física sofre alterações que impedem que as atrofias aconteçam pela inatividade.

O exercício físico regular pode desacelerar ou retardar a perda muscular e assim ter uma qualidade de vida chegando aos 70, 80 ou 90 anos com bem-estar e ativo.

Recomendações para idosos:

Ao iniciar uma atividade física é recomendado que procure um profissional da saúde para orienta-lo e assim praticar com o máximo de qualidade e bem-estar.

Há algumas atividades que podem ser realizadas como por exemplo: caminhada, pilates, hidroginástica, natação, dança, dentre outras.

É importante que a pessoa realize um atividade da qual goste, para sentir prazer e bem estar.

10 Benefícios para se praticar atividade na terceira idade:

  1. Diminui taxas de mortalidade por doença cardíaca, pressão alta, derrame, diabetes tipo 2, síndrome metabólica, câncer de cólon e mama, além de menores índices de depressão;

  2. Diminui o risco de fraturas no quadril ou coluna vertebral;

  3. Reduz o risco de quedas;

  4. Aumenta os níveis de desempenho cardiorrespiratório e massa muscular;

  5. Melhora na constituição óssea;

  6. Melhora nas funções cognitivas;

  7. Melhora da flexibilidade e do equilíbrio;

  8. Melhora da locomoção;

  9. Diminui o risco de permanecer acamado;

  10. Maior probabilidade de manter o peso e quantidade de gordura corporal em níveis saudáveis.

#RPGparaterceiraidade

11 visualizações